A culpada

Minha foto
Nenhuma literatura está livre de ficção. E nem de verdade.

segunda-feira, 15 de agosto de 2016

O meu dia só é dia quando nele tem você
E quando sei que irei tê-lo
Penso apenas em lhe ver

Não me importam as pessoas
As notícias
A TV
Penso apenas no aconchego
Ao deitar-me com você

Perco o chão
O controle
A cabeça 
E o por quê
E fico a me perguntar
"Será que você não vê?"

Eu gosto do que vejo
Quando eu vejo você
E recebendo teu olhar 
Acho que fiz por merecer 

E do meu amor
Faço questão de falar-te
Pra você não esquecer

Agora vem
Abre os braços
Para então me aquecer
E o resto fica por minha conta
É só esperar pra ver. 

Um comentário:

Anônimo disse...

:)