A culpada

Minha foto
Nenhuma literatura está livre de ficção. E nem de verdade.

sábado, 16 de agosto de 2014

O tempo passa
As coisas mudam
As pessoas também.
Eu sei.

Vão-se as amarguras.
Vem as boas-novas
Que vão logo logo
E renovam as amarguras.
Eu sei.

Caímos.
Sofremos a queda.
Levantamos.
Caímos de novo algum tempo depois.
Eu sei.

A gente já não é
Mas já fomos.
Eu sei.

Eu sei.
Sei muito.
Sei mais que ninguém.
Mas continuo sabendo o mesmo que antes.

É pra ser.
Pode não ser.
E se for?
Agradeçamos com louvor.
E se não for?
Ah, meu bem, duvidas que é amor?

Se duvidar, confie em mim.
Eu sei.

2 comentários:

Anônimo disse...

.

Anônimo disse...

https://www.youtube.com/watch?v=zV-CcHYaEsU
Pra Te Acalmar